NOVIDADES

2.9.17

Atomica - filme 2017





Lorraine Broughton (Charlize Theron), uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival (James McAvoy), chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.

A Graphic Novel Atômica: A Cidade Mais Fria que deu origem ao filme Atômica ainda nem chegou ao Antony Johnston é o autor da premiada série de HQs Wasteland, roteirista do game Dead Space e escreveu para personagens como Wolverine e Demolidor. A arte é de Sam Hart, ilustrador inglês que mora no Brasil e tem no currículo quadrinhos como Juiz Dredd e Tropas Estelares. 
Brasil, mas já se tornou um best-seller das HQs, devido ao estrondoso sucesso do filme, O destaque da graphic novel é o estilo sofisticado que os autores imprimem à história.


 
Charlize Theron encarna com perfeição a agente secreta quase indestrutível Lorraine Broughton, o roteiro foi escrito e desenvolvido para ela, no filme ela bate, apanha sangra, investiga e comete todos os erros e acertos que personagem do gênero comete, apesar de ser uma protagonista de um filme ação ela (a personagem) não esta isenta de medos e inseguranças como seria o velho James Bond de Roger Moore por exemplo.

O diretor David Leitch que começou sua carreira nos cinemas sendo dublê em filmes como Matrix e Blade o Caçador de Vampiros tem total controle das cenas de lutas, que são primorosamente coreografadas e desenvolvidas, mas parecendo um balé, outro ponto forte do filme são as cenas de ação com o mínimo de cortes e sempre com a câmera parada, deixando o espectador entender o que esta acontecendo, e ainda melhor quem está apanhando e quem está batendo. A ambientação dos anos 80s também é precisamente bem captada, há uma excelente combinações de tons de rosa e azul quase que predominantes na fotografia contrastando como cinza metálico das cenas de flashbacks, além da bem escolhida trilha sonora oitentista que completa a ambientação. 


Se por um lado o filme esbanja competentes cenas de ação, violência e sexo por outro lado apenas dois personagens tem desenvolvimentos significativos além da protagonista é claro e  : David Percival interpretado pelo sempre bom James McAvoy, os demais são apenas velhos clichés de filmes antigos de espionagem. 

Atômica não é nem de longe nenhum filme inventivo ou anárquico, ele não tem essa pretensão, a ambição maior de seus realizadores foi fazer um excelente filme de espionagem/ação e se saíram muito bem, todos os velhos clichês de filmes de espionagem dos anos setenta /oitenta estão aqui, a guerra fria entre EUA x União Soviética, o velho jogo de não confiar em ninguém e tudo mais do gênero, mas de vez em quando Hollywood da uma chance para esse gênero brilhar e alcançar um degrau acima do puro entretenimento de massas, o seu diretor mostrou que filmes de ação podem ser bem realizados e ter bons resultados. Muito bom filme.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes