NOVIDADES

1.7.17

AO CAIR DA NOITE-Filme 2017



Paul mora com sua esposa e o filho numa casa solitária e misteriosa, mas segura, até que chega uma família desesperada procurando refúgio. Aos poucos a paranoia e desconfiança vão aumentando e Paul vai fazer de tudo para proteger sua família contra algo que vem aterrorizando todos.

Nem só de zumbis desfigurados e sustos gratuitos vive o terror produzido em Hollywood, de vez em quando surge no circuito comercial algo de diferente, é claro que nem sempre essas novas abordagens são bem aceitas pelo publico que se acostou com os velhos clichés estabelecidos e velhas formulas recicladas.  Ao Cair da Noite é sem dividas um desses filmes que vai dividir opiniões, dirigido pelo quase estreante Trey Edward Shults, que já tem em seu currículo o ótimo  Krisha de 2015, Aqui ele trabalha elementos como o medo, paranoia e claustrofobia de forma coerente, precisa  e sem qualquer exageros próprios do gênero. O roteiro também assinado pelo diretor, é muito bem desenvolvido e bem simples em sua narrativa, nada de reviravoltas ou explicações mirabolantes, o terror aqui é totalmente subjetivo, é algo que vai se acumulando no decorrer da trama, há uma boa harmonia entre roteiro , direção e musica, tudo é bem conduzido, a câmera intrusiva e uma fotografia saturada dá uma sensação de realidade que chega a incomodar, no melhor sentido , é claro.




  Ao Cair da Noite poderia ser um desses filmes fadados a se tornarem cults, mas sua abordagem não é algo inovador nem original, há muito de  Sob o Domínio do Medo de 1971e A Bruxa de Blair de 1999, mas  deforma alguma isso desmerece o longa, qualquer boa referencia é sempre bem vinda, sobretudo num gênero tão desgastado como o terror de de hoje em dia, tão desprovido de boas ideias. Mesmo assim, Ao Cair da Noite é um dos melhores filmes de horror subjetivo desde o excelente A Bruxa de 2015, trata-se de um filme atmosférico, incomodo, sombrio que sabe como manipular seu publico de forma competente.  Excelente     


ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes