NOVIDADES

2.6.17

Mulher Maravilha- Filme 2017





Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Cria por Charles Moulton e H. G. Peter , sua primeira aparição se deu na revista All Star Comics #8 em 1941, Mulher Maravilha fez tanto sucesso que no ano seguinte ganharia sua própria revista e se tornaria parte da santíssima trindade da DC Comics junto com seus parceiros no combate ao crime, Batman E Superman, ao longo dos anos sua origem foi reescrita diversas vezes, mas essencialmente todas as principais características da personagem foram mantidas .
70 anos depois de sua aparição finalmente os fãs da princesa guerreira e principalmente os fãs de quadrinhos estão felizes, o filme da Mulher Maravilha se tornou realidade, é portanto o primeiro filme de uma super-heroína que funciona, depois de fiascos como Catwoman de 2004 e Elektra de 2005, Mulher Maravilha chega aos cinemas com o frescor e a inocência dos velhos filmes de aventura das matinês dos anos 50. O filme tem inspiração direta com Superman de 1979, não apenas na forma como apresenta a origem do seu protagonista, enaltecendo sua história e as virtudes por traz de cada um de seus atos, mas a formula do herói inocente num mundo estranho se repete aqui, mas agora o grande vilão é a guerra e todos os seus horrores. 

Foi uma escolha bem acertada ambientar a trama durante a primeira guerra, colocar uma heroína mulher justamente quando os movimentos feministas começavam a florescer na Europa, tanto servem para contextualizar historicamente a personagem como para demonstrar sua imortalidade, sim a Mulher Maravilha é imortal. O filme abre com belíssimos planos sequencias da fictícia Themyscira , a direção de Patty Jenkins encontra o tom certo ao contar o nascimento da princesa Diana e toda sua mitologia, há muito respeito e reverencia a historia da personagem, Jenkins também sabe como enaltecer as belezas naturais da ilha das amazonas, há muita grandiosidade na construção de mundo e nas cenas de treinamento das amazonas. No segundo ato o filme continua fazendo tudo certo, Gal Gadot embora não sendo uma atriz de verdade, ainda sim tem muita presença, mesmo sendo favorecida por um bom roteiro e uma direção sensível e acertada,  ela faz uma personagem com varias camadas e esse é um dos acertos do filme, Chris Pine também está muito bem como Steve Trevor, junto com Gadot eles fazem até agora o melhor par romântico dessa nova safra de filmes de herois desde Tobey Maguire e Kirsten Dunst em Homem Aranha de 2002.
Mulher Maravilha acerta em quase tudo, toda a leveza e boas cenas de ação até o humor que vinha sendo bem desenvolvido ficam totalmente destoado na metade do segundo ato em diante, ´há uma urgência em usar CGI em demasia deixando o filme artificial e quase parecendo outro filme, mesmo em meios ao caos dos pesados efeitos visuais Mulher Maravilha consegue se sobressair entre os demais filmes de super heróis da atualidade, ele consegue trazer de volta um pouco da áurea dos velhos filmes onde os heróis eram cheios de virtudes e uma charmosa inocência.Excelente. 

 

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes