NOVIDADES

20.5.17

Rei Arthur - A Lenda da Espada - Filme 2017





Arthur (Charlie Hunnam) é um jovem das ruas que controla os becos de Londonium e desconhece sua predestinação até o momento em que entra em contato pela primeira vez com a Excalibur. Desafiado pela espada, ele precisa tomar difíceis decisões, enfrentar seus demônios e aprender a dominar o poder que possui para conseguir, enfim, unir seu povo e partir para a luta contra o tirano Vortigern, que destruiu sua família.
Grandes filmes já contaram a saga do Rei Arthur, como Excalibur de 1981, o desenho da Disney A Espada Era A Lei de 1963 e até uma ótima comédia Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado de 1975,entre outras produções as vezes nem tão boas, mas o que todo bom filme sobre uma figura mitológica precisa ter? Se você pensou em respeito pela mitologia do personagem, você está certíssimo.  Guy Ritchie é um desses excelentes diretores sabem conduzir histórias intrincadas,repletas de reviravoltas e com muita atenção aos detalhes, porém em.  Rei Arthur - A Lenda da Espada seu tom revisionista do personagem deixa sua mitologia em segundo plano e foca numa abordagem mais pessoal do protagonista deixando muitas pontas soltas para possíveis continuações. 

Existe uma aqui uma necessidade em trazer a lenda do Rei Arthur para os padrões estabelecidos pelo mercado dos recentes filmes de super heróis, as sequencias de batalha são muito bem dirigidas e há um bom uso dos efeitos visuais, a montagem é ágil e cenas são cortadas abruptamente dando uma sensação de deslocamento no publico e isso é muito bom pelo ponto de vista visual, contudo todo o talento do diretor é desperdiçado num filme que lá pelas tantas se torna confuso e substancialmente pretensioso, contudo o filme atende as devidas expectativas do publico avido pelos heróis da nova era, o estilo do diretor está presente em pelo menos oitenta por cento do longa e isso é bom, Ritchie tem uma ótima mão para a ação estilizada.
 Charlie Hunnam talvez não tenha sido uma boa escolha para o papel do predestinado monarca, seu carisma não impacta apesar de sua interpretação ser esforçada, mas  Jude Law como o rei malvadão não convence mesmo com seu enorme carisma e seu inegável talento.

Rei Arthur - A Lenda da Espada tem bons momentos, mas seu roteiro carece de uma história e mesmo que a mitologia do personagem principal não tenha sido devidamente respeitada tudo poderia ser consertado com um bom roteiro e menos revisionismo.   

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

1 comment :

  1. Ernesto CoutinhoJuly 11, 2017 at 3:20 PM

    No geral, “Rei Arthur: A Lenda da Espada” é um filme que pode ser conferido sem medo se você está procurando alguma coisa para assistir no fim de semana. Provavelmente você vai sair do cinema satisfeito e com a sensação de que o dinheiro do ingresso valeu a pena, mas não espere lembrar-se de tudo o que passou na tela depois de algumas horas. Pessoalmente, acho que o filme foi muito divertido, Aidan Gillen é um ator que as garotas amam por que é lindo, carismático e talentoso. Na série Games of Thrones 7 visualmente nos limpa os olhos. No site oficial, encontrei os horários para ver a nova temporada e na verdade não a perderei, para uma tarde de lazer é uma boa opção.

    ReplyDelete

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes