NOVIDADES

1.4.17

CRÍTICA - SÉRIE DE "OS 13 PORQUÊS" CUMPRE O QUE PROMETEU E AINDA SURPREENDE


      Olá amigos, como vão as coisas?
     A Netflix lançou em seu catálogo outra produção incrível que acertou em cheio e pareceu agradar não só os fãs do livro (publicado no Brasil como “Os 13 Porquês”) como também os devoradores de conteúdo original.
     Na história, Clay Jensen, um rapaz solitário de dezessete anos, recebe um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele encontra várias fitas cassetes. Clay ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma garota que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze “porquês” que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento que mexeu com a vida de todos ao seu redor.
     Com treze (ah vá) episódios de aproximadamente 50 minutos, Thirteen Reasons Why consegue algo difícil atualmente: conquistar o espectador e prendê-lo diante da tela. O drama adolescente se mostra bem mais complexo e inteligente do que muitos poderiam esperar. O roteiro talvez seja o ponto forte junto com atuações que não deixam a desejar em nada. Se é uma boa adaptação, só quem leu o livro (com pouco menos de 300 páginas) pode dizer. Então não se deve levar em conta a fidelidade a história original, até porque há várias cenas que não estão presentes no livro (narrado em primeira pessoa por Clay) e que servem para dar consistência e aumentar o suspense da trama.
     Se é uma série perfeita, olhando do ponto de um não fã? Eu creio que sim. Eles não prometeram algo que mudaria a vida das pessoas, mesmo tratando de um tema tão delicado quanto o suicídio, e entregaram algo que provavelmente não irá se destacar no meio de outras grandes séries e que nem por isso peca na qualidade.
    A direção consegue ousar e entregar lindos quadros e ângulos diferentes. Consegue tirar o melhor dos atores com atuações verdadeiras e que não seriam esperadas de jovens que estão começando agora. O elenco convence e tem uma ótima dinâmica em cena. O destaque, é claro vai para a australiana Katherine Langford, na pele de Hannah Baker e Dylan Minette (O Homem nas Trevas, Os Suspeitos e Goosebumps: Monstros e Arrepios) que vive Clay. 
    No fim, temos treze episódios e treze motivos que não nos fazem refletir sobre o suicídio em si, mas em como nossos pequenos atos podem ferir alguém de verdade, em como nós humanos podemos ser cruéis sem perceber e tirar a alegria de alguém. Thirteen Reasons Why não toma um lado no debate, nos dá os fatos e deixa que nós tenhamos nossa própria opinião. É uma série que indico aos jovens, para que eles pensem menos em si mesmos, e aos pais, que devem os enxergar como iguais, como pessoas que apesar da pouca idade tem problemas reais. 



            
Eu não poderia deixar de dar:  



REDES SOCIAIS: 

Armada de Escritores: Facebook e Instagram 
Igor Soares: Instagram e Twitter

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes