NOVIDADES

10.3.17

Resenha Vidas Breves



Editora: Originalmente pela Abril e logo depois pela Conrad, relançada pela Panini no Terceiro Volume da Edição Definitiva.

Autores: Neil Gaiman (roteiro), Mike Dringenberg, Malcolm Jones III, Robbie Busch, Chris Bachalo, Michael Zulli, Steve Parkhouse (arte) e Dave McKean (capas).

Preço: Aproximadamente R$ 145,00 edição definitiva

Sinopse: Delírio começa a se sentir instável novamente e deseja buscar por seu irmão perdido Destruição na esperança que ele possa conforta-la, requisitando a ajuda do resto de sua família para isso. Sonho por sua vez, devastado pelo término recente de seu relacionamento com Thessaly, acaba optando por ajuda-la, apenas para distrair sua cabeça e até mesmo na infantil esperança de cruzar com sua amante no mundo desperto. No entanto uma série de mortes e acidentes começam a acontecer as pessoas em torno da dupla e a aquelas que eles  buscam, fazendo-os perceberem a profundidade do problema em que se envolveram. Sonho, transtornado, decide encerrar a busca, fazendo com que Delírio feche seu reino dado seu desapontamento. Em uma conversa com a Morte, Morpheus finalmente percebe a importância de “assumir seus erros”, resgatando Delírio e indo atrás de Destruição. Sandman, possivelmente pela primeira vez quebra um juramento para a continuidade de sua busca, indo falar com seu filho Orpheus. Depois de uma conversa esclarecedora com o pródigo, Sonho finalmente derrama o sangue da família, concedendo a paz para seu filho.

Resenha: Neste arco, que originalmente compreendia os números de 41 à 49, vemos uma apresentação mais profunda dos personagens de Gaiman. 
A história inicia-se com Delírio, a mais jovem dos Perpétuos sai em busca de seu irmão "perdido" Destruição, e solicita a ajuda dos demais irmãos, primeiro ela se dirige aos domínios de Desejo que se nega a ajudá-la, com essa negativa ela vai até a irmã gêmea de Desejo, Desespero, que também se nega a ajudá-la, e por fim ela se dirige a Sonho, que por estar "sofrendo" com um recente término de relacionamento, resolve ajudar sua irmã cacula nesta busca.

O começo desta saga não possui muitas reviravoltas ou situações estranhas, mas quando Sonho começa a ajudar Delírio a história tomo um outro rumo, tornando se uma road movie em HQ com todos os elementos destes tipos de histórias inclusos, claro que com o toque genial de Neil Gaiman.
A mudança que se passa nos personagens nesta busca pelo irmão "perdido" se torna evidente e pode-se até afirmar que tanto Delírio quanto  Sonho,  não serão mais os mesmos ao fim dessa jornada, sendo que Sonho, será o mais afetado,e as consequências destas mudanças terão papel fundamental na saga a partir de Vidas Breves.

Recheado de referências do POP dos anos 90 e com as ilustrações incríveis, a obra é um Deleite para os admiradores de Sandman, o roteiro é muito bem escrito e leve de se ler, e alguns personagens são bem marcantes, como o cão Barnabás, um cão filósofo — se podemos chamá-lo assim, que se tornou o meu favorito, apesar de sua pouca participação, pelo seu jeito irônico de agir.

Vidas Breves  é o Arco que tudo de alguma maneira se transforma e as coisas não serão mais como antes.

Classificação: Ilustrações 5 estrelas; roteiro: 5 estrelas.






ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes