NOVIDADES

18.2.17

Resenha: A Filha Perdida – Elena Ferrante


Lena é uma mulher já de certa idade, acadêmica, divorciada, e que depois de suas duas filhas crescerem e escolherem morar com o pai no Canadá, decide tirar férias no litoral da Itália, na praia ela vai se deparar com uma ruidosa e grande família, observá-la e até mesmo interagir com alguns membros desta vão fazer parte dos seus dias que deveriam ser de pura paz. Mas vai acontecer de alguns dos membros - a jovem Nina e sua pequena filha que sempre brinca com sua inseparável boneca -  vão fazer com que ela se relembre de seu passado.
Elena Ferrante foi umas das autoras mais comentadas do ano de 2016, por conta de sua série napolitana, no Brasil ela ganha mais destaque por conta do lançamento deste livro, A Filha Perdida, pela editora Intríseca.
O decorrer da leitura é capaz de nos mostrar que nem todas as mulheres nascem com a vocação de serem mães (ao contrário da crença popular de que sim), e/ou de que a maternidade é sempre embelezada, romantizada. Mas a autora mostra que nem sempre tudo são flores, e como já disse nem toda mulher tem vocação para tal, por isso muitas vezes a escrita dela pode parecer ácida e um tanto fria. Ela mostra através de Lena, as pressões e imposições da sociedade, o mundo cruel da academia (carreira) como o trecho mostra: “(...)somos obrigados a fazer tantas coisas tolas desde a infância pensando que são essenciais (...)” e “Eu as amava demais e achava que o amor por elas impedia que eu me tornasse eu mesma.”
Vi que muitos acharam o livro muito curto (176 páginas) e que a trama poderia ter sido mais desenvolvida, mas eu discordo, com tão poucas páginas ele tem o essencial, nem mais e nem menos, cumpre bem seu papel sendo “curto e grosso”. Este foi o primeiro livro que li da Elena Ferrante, e já penso seriamente em dar uma chance a sua série Napolitana.
Facilmente encontrado em qualquer livraria (desde online e físico) o livro está por volta de 19,90 a 34,90.
Quer acompanhar minhas leituras? Então me adicione no SKOOB

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes