NOVIDADES

10.2.17


Resenha A Casa de Bonecas

Editora: Originalmente pela Abril e logo depois pela Conrad, relançada pela Panini No Primeiro Volume da Edição Definitiva.

Autores: Neil Gaiman (roteiro), Mike Dringenberg, Malcolm Jones III, Robbie Busch, Chris Bachalo, Michael Zulli, Steve Parkhouse (arte) e Dave McKean (capas).

Preço: Aproximadamente R$ 80,00 edição definitiva

Sinopse: 
Após recuperar suas ferramentas e começar a reconstrução de seu reino, Lorde Morpheus precisa achar quatro entidades que fugiram de seus domínios: Brute, Glob, o Coríntio e Fiddler’s Green.
Enquanto isso, no mundo real, coisas estranhas ocorrem com a jovem Rose Walker, convergindo para que ela torne-se um vórtice de toda a realidade.

Resenha:
É a primeira grande saga da história do Moldador dos Sonhos e para alguns uma das melhores (eu particularmente prefiro Estação das Brumas).
A trama gira em torno de uma mortal que se tornará um Vórtice, uma ameaça ao mundo dos sonhos, essa ameaça consiste em um total rompimento entre a barreira que separa o nosso mundo do mundo dos sonhos, e é ai que Sandman intervém, para evitar que o mundo se acabe em caos, e ao mesmo tempo ele deve sair no encalço de três poderosos seres que fugiram de seus domínios.
Recheada, como em toda obra de Neil Gaiman, de referencias, letras de músicas, citações do POP dos anos 80/90, e com ilustrações primorosas, Casa de Bonecas leva o leitor a um Deleite de leitura e visão, a cada página virada uma nova surpresa e a cada momento uma tensão "brota" das páginas. Exemplo, o autor usa um desses seres, o Corintio, já no mundo há 50 anos, como o pai e criador de todos os Serial Killers; essa "sacada" é genial, e bastante presente nos arcos de Sandman e não poderia de deixar de estar presente em Casa de Bonecas.
Outro ponto genial, é o chamado Interlúdio, uma história que, aparentemente, não tem nada a ver com a história principal, mas que de alguma maneira conecta partes "perdidas", mesmo que não no arco atual. No caso de Casa de Bonecas, temos Homens de Boa Fortuna, onde o senhor dos Sonhos da de "presente" a um mortal a possibilidade de o mesmo ser imortal, sua Irmã mais velha, a Morte apenas tocará esse mortal, caso ele deseje, e ambos, Sonho e o mortal (Rob Gadling) se encontraram em uma taberna a cada 100 anos. 
Os títulos dos Interlúdios e capítulos também são outra coisa à parte, cada um remetendo a uma parte importante da história:
Cap.1: A Casa de Bonecas;
Cap.2: Dia de Mudança;
Cap.3: Casa de Brinquedos;
Cap.4: Homens de Boa Fortuna;
Cap.5: Colecionadores;
Cap.6: Dentro da Noite;
Cap.7: Corações Perdidos.
A Casa de Bonecas o segundo arco de Sandman, nos apresenta também mais dois perpétuos: Desejo e Desespero, assim como a Morte a irmã predileta de Sandman.
Em A Casa de Bonecas também veremos um lado mais "humano" de Sandman, um lado cheio de conflitos e receios e algumas vezes podemos nos identificar com o personagem tão primorosamente recriado por Neil Gaiman, a história é bem construída, o enredo e os argumentos são bem apresentados e não fazem com que o leitor perca o interesse na história.
Nota enredo: 5
Nota ilustrações: 5




ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes