NOVIDADES

11.11.16



Resenha o Caso dos Dez Negrinhos

Dez negrinhos vão jantar enquanto não chove;
Um deles se engasgou e então ficaram nove.
Nove negrinhos sem dormir; não é biscoito!
Um deles cai no sono, e então ficaram oito.
Oito negrinhos vão a Devon de charrete;
Um não quis mais voltar, e então ficaram sete.
Sete negrinhos vão rachar lenha, mas eis
Que um deles se corta, e então ficaram seis.
Seis negrinhos de uma colméia fazem brinco;
A um pica uma abelha, e então ficaram cinco.
Cinco negrinhos no fotro, a tomar ares;
Um ali foi julgado, e então ficaram dois pares.
Quatro negrinhos no mar; a um tragou de vez
O arenque defumado, e então ficaram três.
Três negrinhos passeando no Zoo. E depois?
O urso abraçou um, e então ficaram dois.
Dois negrinhos brincando ao sol, sem medo algum;
Um deles se queimou, e então ficou só um.
Um negrinho aqui está a sós, apenas um.
Ele então se enforcou,
e não ficou nenhum.

Essa poesia encontrada nos quartos dos convidados da Ilha do Negro dá praticamente o spoiler do livro, como todos os livros da Dama do Crime, este possui a trama tão bem construída que o leitor não consegue parar de ler até saber o final e como em todos os finais dos livros da Rainha dos Mistérios (desculpem os elogios, mas é que ela é realmente a melhor no gênero) o final desse também é surpreendente.
A trama do livro é bem desenvolvida e consistem em 10 pessoas que não se conhecem que recebem o convite de um misterioso anfitrião para passarem uma semana em uma ilha com tudo pago, a única coisa os liga são pequenos deslizes que cometeram e que fugiram da justiça e o misterioso anfitrião é quem os julgará. No decorrer da história podemos sentir a tensão crescente entre todos os envolvidos o medo e as dúvidas que os assaltam, a história é construída de maneira podemos suspeitar de todos que estão ali e não suspeitar ao mesmo tempo já que não há mais ninguém na ilha, mas também como em outras histórias de Agatha Christie o óbvio não é o certo, ou seja, O MORDOMO NÃO É O CULPADO. O caso dos Dez negrinhos é uma dessas histórias que o leitor não sabe o que realmente está acontecendo, apenas no final que ele vai descobrir e se surpreender, em alguns momentos somos levados a crer que algo de sobrenatural ocorre em outros que existe alguém  além dos presentes dando cabo dos convidados, mas como já foi dito anteriormente, nas histórias de Agatha Christie o óbvio não é tão certo assim.
Enfim é um livro que recomendo a leitura e garanto você não vai conseguir largar o livro até saber o final, é um livro curto pouco menos de 150 páginas e de uma leitura fácil e agradável, apesar do tema assassinato. O Caso dos Dez Negrinhos é um livro recomendado para quem ama mistérios.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes