NOVIDADES

22.11.16

Resenha : "Sereias - O Segredo das Águas"




RESENHA DE HOJE

Título - Sereias - O Segredo das Águas
Autora - Mirella Ferraz

A narrativa do livro é feita por Marcelo, um garoto moreno claro com cabelo liso, olhos verdes claros e apaixonado por Coral (ele gostava de ler, principalmente livros de fantasia, como eu, se fosse uma Marcela, tinha-me identificado com ela...)

Coral é uma garota exótica, com cabelos longos selvagens, cor de areia, olhos negros, misteriosa e com um fascinio sobrenatural pela água ("somente a busca por esse universo salgado e mitico é que faria sua vida ter sentido") e por sereias inexplicável, com uma personalidade forte (gostei da maneira como a autora descreveu a protagonista tanto em termos fisicos, como de personalidade), "O cabelo era sua marca registrada, algo que a diferenciava das outras pessoas, tão normais".

Os pais de Coral, Marina e Tom, não podiam ter filhos. "Alguns médicos chegaram a dizer-lhe que nem mesmo um milagre faria seu útero germinar". Resolvem ir de viagem e, quis o destino que acontecesse uma coisa que fez com que Marina ficasse grávida.

Marina não mostrava os seus sentimentos, era uma Mulher lutadora e de poucas palavras, enquanto que, Tom era expansivo, alegre e falante.

Houve muitos problemas e comportamentos estranhos durante a gravidez e o parto (este ficou no "segredo dos Deuses"), Marina nunca falou do parto com ninguém, nem dos sonhos estranhos que tinha sempre com a mesma Mulher, facto que a fazia ficar com receio de perder a filha, Coral.e, por esse motivo não a deixava entrar em contacto com a água, era muito "apegada" à filha, tornando-se possessiva (foram morar para um sitio o mais longe possivel do mar). Gostei muito da descrição que a autora fez do que se passou durante a gravidez...

Coral era valente como a mãe e doce como o pai, "Traços tão diferentes como o fogo e a água". Coral escondia da mãe todas as coisas que tinha alusivas a sereias e ao mar, para não a magoar.

Coral tinha um destino do qual era impossivel fugir, será que a mãe dela podia evitar esse destino?

Trechos que gostei muito no livro : "com o cabelo solto, gigante e frondoso, louro, de várias nuances e cacheado, ela era uma visão do paraiso, sozinha naquele palco"; "Não te falei? Você é realmente céu e mar, tem o cheiro de mar e, pelo jeito, a cabeça nas nuvens!".

Dara era a sua melhor amiga, morria de medo de tudo e admirava a personalidade forte de Coral, a casa de Dara tinha piscina, onde Coral gostava muito de ir.

O pai de Marcelo era militar e tiveram que mudar de lugar, o nosso narrador não gostou muito dessa ideia, ia ter de deixar os amigos e a familia que tanto gostava "era assim que me sentia, como um pássaro separado dos seus, e engaiolado".

Gostei muito da descrição do primeiro encontro de Marcelo com Coral (numa sala de aula), segundo Marcelo, foi amor à primeira vista "eu não consegui enxergar nada além dela". A autora teve criatividade nesta descrição. Adorei o Capitulo onde eles dão o seu primeiro beijo.

Ri-me com a página 83, uma conversa entre Marcelo e seu primo, Rodrigo.

Há uma parte na história que me apeteceu bater na Dara.... ai se fosse comigo...

É feita uma reportagem que vai dar uma reviravolta na história ("sempre que encontramos a felicidade extrema a vida dá um jeito de nos passar uma rasteira"), onde vão aparecer novos personagens. Foram proibidos de se ver pela mãe de Coral, "parecia que longe de Coral toda a minha felicidade se apagava..." e Coral estava cada vez mais magra e sem forças, os nossos 2 protagonistas resolvem fugir para ver se ela melhorava indo para uma praia ("Coral caiu. Em vez de meu abraço quente, ela preferira o abraço gelado do oceano.").

O meu capitulo preferido do livro foi o capitulo 36, no capitulo 41 e nas páginas 225 a 230, fiquei com lágrimas no canto do olho, só lendo para perceberem o porquê.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes