NOVIDADES

29.11.16

RESENHA - LUGAR NENHUM

Lugar Nenhum ( Versão favorita do Autor) – Neil Gaiman 

Editora: Intrínseca 

Sinopse: Em Lugar Nenhum, Richard Mayhew é um homem simples de coração bom que tem a vida transformada quando ajuda uma jovem que encontra ferida numa calçada. De um dia para o outro, Richard se torna invisível na Londres que sempre conheceu: não tem mais trabalho, não tem mais noiva, não tem mais casa. Para recuperar sua vida, ele se embrenha em um mundo que nunca sonhou existir, uma cidade que se abre nos esgotos e nos túneis subterrâneos: a chamada Londres de Baixo, em que personagens únicos e cenários mirabolantes fazem a Londres de Cima parecer uma mera paisagem cinza. 
Com muita ação, um bom humor peculiar e evocações sombrias de um mundo fantástico, Lugar Nenhum é leitura indispensável para os fãs de Neil Gaiman e um rico prazer para os que ainda não conhecem o autor. 

O que dizer desse livro que conseguiu me conquistar logo nas primeiras páginas, detalhando e mostrando Londres sob um ponto de vista totalmente diferente daquele que consideramos comum na escrita. O preciosismo e a forma de mostrar os detalhes de Neil Gaiman é algo único, e, ao meu ver, muito positivo. 
 Era uma cidade de tijolos vermelhos e pedras brancas, ônibus vermelhos e grandes táxis pretos, caixas de correios de um vermelho vivo e parques e cemitérios com gramados verdes. 
O autor criou uma história incrível, unindo a ficção e a realidade, colocando pontos como a jovem Door – Porta, em inglês -, que consegue destrancar qualquer fechadura e abrir qualquer porta, vivendo na chamada Londres de Baixo, e Richard, um cara que trabalha em uma empresa, coleciona miniaturas de gnomos, noivo de uma mulher que não tem nada a ver com ele, e vive na Londres de Cima, essa, que nós conhecemos.  
O encontro entre os dois acontece quando Richard encontra Door desmaiada e ferida, no meio da rua, depois de a menina usar suas últimas energias para fugir de seus inimigos: Valdemar e Sr. Croup. Depois de ter que escolher entre salvá-la ou manter seu noivado com JéssicaRichard acaba com um problemaninguém da Londres de Cima parece se lembrar dele ou vê-lo, a menos que ele chame a atenção das pessoas. Ele decide então ir atrás da mais nova amiga, afim de conseguir sua antiga vida de volta. 
Junto com DoorMarquês De Carabás e Hunter, eles tentam encontrar o responsável pelo assassino da família da menina, fugir de seus captores e achar um modo de fazer tudo voltar ao que era antes; isso inclui procurar um anjo, andar em vagões de metrôs que não existem, invadir museus e passar por muitos perigos.  
Enquanto a história se desenrola, conhecemos um pouco mais sobre cada personagem, como De Carabás, que é considerado uma pessoa de pouca confiança, mas que conhece muitas pessoas, e Hunter, uma caçadora, que sonha em encontrar a besta da Inglaterra para poder derrotá-la. Uma amizade começa a se formar entre Door e Richard, e vemos como se torna cada vez mais conflituoso para o homem decidir se deve ficar ali, ou voltar à sua realidade.  
Além disso, talvez a coisa mais incrivel em toda a história, é a critica social que o autor faz, uma vez que todos aqueles que vivem na Londres de Baixo são pessoas que foram esquecidas ou são consideradas inúteis para a sociedade, como moradores de rua, viciados, etc, deixando claro que essas pessoas só são notadas quando incomodam os outros, sendo, na maior parte do tempo, invisíveis aos nossos olhos. 

Nota: 5,0/5,0

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes