NOVIDADES

30.11.16

Resenha - Elos do Destino




Livro “Elos do Destino"
Autora : Catia Mourão
Edição : 1ª

Orelha do livro – “Ao se refugiar em uma pequena cidade da Serra Gaúcha, ela não imaginava que estava prestes a viver um intenso amor.”

O livro é de fácil, rápida e prazerosa leitura.
Tem partes com humor, que, na minha opinião falta em outros livros “Ainda não percebeu que estou tentando conquistá-la pelo estômago?”.

Houve bastantes partes do livro que tentei imaginar as expressões que cada um dos diferentes personagens fazia, como se fosse um filme.

É a história de Catarina e Bruno.

Bruno é um rico empresário e solteiro que estudou na Europa, “Só posso dizer que ele é um solteiro convicto, além de ser um gato”. É muito cavalheiro “só deu a partida depois de vê-la fechar a porta do chalé atrás de si.”…. quem não gostaria de um Homem destes?
Para ele, Catarina era misteriosa “sentia que existia muito mais dentro daquela mulher do que ela demonstrava…”. Será que ela tinha algum segredo e será que ele iria saber?

Catarina não tinha irmãos, tinha vivido em Porto Alegre e perdido os pais com 19 anos, tendo sido educada numa escola de freiras. Ela cursou faculdade de economia, onde conheceu Paulo, “Cat viu em Paulo a pessoa ideal para ajudá-la com seus problemas…”. Mas será que ele era de confiança?
Entretanto o destino “prega-lhe” uma partida e ela decide deixar o passado para trás, para saberem o porquê têm de ler o livro, “Foi então que tomou uma decisão que mudaria radicalmente sua vida”.

Adorei a descrição do Chalé para onde Catarina foi viver, “Um lindo e bem cuidado jardim repleto de hortênsias e lavandas, em uma profusão de tons que variavam do rosa ao lilás, davam um ar de alegria com seu colorido”.

A autora dá-nos a conhecer mais personagens ao longo da narrativa, Dora (que se torna a melhor amiga de Catarina), Rony (“com esse seu rostinho de anjo e esse par de brilhantes olhos verdes…”), Renata (uma mulher de 60 anos que faz um convite irrecusável a Catarina, “Querida! Você precisa fazer amigos. Não é saudável ficar isolada naquele chalé por tanto tempo…”), são algumas dessas personagens (criadas pela autora e bem enquadradas na história e que a tornaram mais interessante e com novidades).

Gostei muito da parte da história entre a página 49 e 52.

Adorei o Capitulo 8.

Vou deixar 3 dos meus trechos favoritos para degustação e possível interesse de obterem este lindo romance
1 - “A sensação excitante de seu toque era irresistível e de repente ela já não se lembrava de nenhum motivo, bom o bastante, que a impedisse de passar o resto da noite na cama com ele.”
2 - “Estava encantada com o espectáculo que a natureza havia criado naquele pedacinho de mundo. Encontrou algumas orquídeas e viu borboletas de várias cores ao longo da caminhada. Sentiu-se privilegiada por poder morar ali e admirar tudo aquilo sempre que sentisse vontade.”, eu adoro borboletas e amo orquídeas, para mim é melhor uma orquidea a uma dúzia de rosas (a orquidea é selvagem), por isso adoraria morar num lugar daqueles.
3 - “Dentro daquele vestido vermelho e decotado, ela atraiu os olhares de todos por quem passou ao sair do hotel. Contudo, de maneira alguma poderiam dizer que Cat parecia vulgar, ao contrário, estava extremamente elegante.”
Uma nota para a autora – senti falta de uma descrição mais pormenorizada do MEU Bruno.


ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes