NOVIDADES

30.11.16

[CRÍTICA] POR ISSO A GENTE ACABOU - DANIEL HANDLER

Não tenho uma opinião completamente boa e nem totalmente ruim de “Por isso a gente acabou”, mas serei franca com o que tirei do livro.


Min, apelido de Minerva, é uma menina sonhadora, diferente, que ama filmes antigos. É no aniversário de 16 anos do seu melhor amigo, Al, que ela conhece Ed Slaterton, cocapitão do time de basquete. Sim, eles não têm nada em comum, nada mesmo, mas se aproximam e, lógico, namoram. Um namoro que durou pouco tempo, mas que rendeu várias experiências. Após algum tempo da separação, Min cumpre sua parte de um acordo com Al, devolvendo as coisas do Ed. Ela coloca cada objeto relacionado ao Ed dentro de uma caixa para deixar em sua porta junto a uma carta detalhando o significado de cada item.

Essa carta é o enredo do livro. Nela Min descreve o seu relacionamento com Ed, as novas experiências, o que sentia (e o que sente agora), o seu amor por filmes antigos, o seu sonho de ser diretora, como pretendem fazer uma festa de aniversário para uma mulher que pode (ou não) ser uma estrela de cinema e porque eles terminaram.


Para ser sincera, a trama não me cativou, o que não quer dizer que não possa agradar outras pessoas, muito pelo contrário, o livro recebe diversas críticas positivas. O meu caso foi apenas uma questão de não me sentir representada, vou dizer o motivo.

A obra não é ruim, mas não apresenta nada que a destaque. Em alguns momentos eu adorava o livro, em outros não tinha sentimento algum por ele. O motivo disso foi, principalmente, pelos protagonistas, ou melhor, pela Min.

Ela deveria ser a garota inteligente, mas durante toda a história age como uma menina bobinha. Ela nos apresenta Ed como um garoto doce, carinhoso e amável, mas sabemos que ele não é tão bom assim e, mesmo depois de tudo que ele faz, ela ainda fala dele como um cara incrível. Por isso não me senti representada. E quando chegamos na parte em que eles finamente terminam, nos deparamos com páginas repletas com a autopiedade de Min, o que é um tanto maçante. Por isso, também, não me senti representada.

Por fim, o único personagem de quem realmente gostei foi o Al que, por sinal, acho que deveria aparecer na trama em mais momentos. E por isso não me senti representada.

E apesar da leitura ser rápida, o enredo apresenta muitos detalhes que apenas confundem, principalmente nas partes em que Min compara sua vida com filmes que ela já assistiu (algo que acontece frequentemente). Há muitos trechos e itens desnecessários, o livro poderia ter acabado muito antes.

Ah, e convenhamos que a Min tem problemas. Acho que cleptomaníaca seria a palavra correta.

No entanto, apesar de ter um enredo completamente previsível, a obra não é cansativa, pois a escrita de Daniel Handler é bastante inteligente, é muito bem escrita, MESMO! E com uma diagramação exemplar. Sem falar das divertidas ilustrações de Maira Kalman.

Eu posso ter apresentado muitos pontos negativos de “Por Isso A Gente Acabou”, mas, como eu já havia dito, não é um livro ruim e não é à toa que recebe vários elogios. É um bom livro se você tem tempo sobrando. Apesar de não ser um dos meus preferidos, a opinião é formada a partir do olhar de cada pessoa e do que você espera da história, por isso recomendo a leitura.


“Eu era burra, a expressão oficial para dizer feliz.”


BOA LEITURA E ATÉ A PRÓXIMA!

Gostou? Tem sugestões? Quer ficar informado sobre as próximas postagens?
Então siga-me nas redes sociais:
Facebook: Alana Mart
Insta: @Alanakarla54
E não deixe de nos acompanhar em nossa página oficial:


ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes