NOVIDADES

31.10.16

Carrie, a Estranha

Sinopse: "Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente."

Stephen King nos conta uma história tocante numa narrativa ágil e próxima, como se ele estivesse ao nosso lado narrando os fatos.
Carrie White é uma menina baseada em duas colegas de sala de King, que tiveram vidas infelizes marcadas pelo bullying. Ela é uma menina desajeitada e insegura, filha de um casal de religiosos fanáticos. O pai de Carrie saía todos os dias para o trabalho com uma Bíblia e uma pistola, o livro para a reza antes do almoço e a arma para o caso de se encontrar com o Anticristo. A mãe, Margaret White, é uma versão extrema do pai.
Tudo começa quando Carrie tem sua menarca no vestiário da escola, aos 16 anos, mas ela pensa que está morrendo. As colegas começam a lhe caçoar, e após o trauma Carrie toma consciência da sua habilidade de telecinese.
Sue Snell, presente na cena do vestiário, fica sentida e decide ajudar Carrie. Fala para o namorado, Tommy Ross, convidá-la para o baile de formatura. Tenho de ressaltar que os personagens têm motivações convincentes, e saem das páginas com facilidade. Mas esse também é o mal do livro. Às vezes o King é muito prolixo. Ele chega a detalhar a vida de personagens que só aparecem em 10 páginas.
Após descobrir o plano de Sue, Chris Hargensen, uma idiota sociopata, arma um plano maligno para o caso de Carrie ser eleita a rainha do baile. Ao mesmo tempo Carrie aperfeiçoa suas habilidades telecinéticas. E o resultado é a famosa cena do baile páginas adiante.

Nota: 8/10

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

2 comments :

  1. Eu sou doida para ler esse livro, mas fico com um pouco de medo - ok, bastante medo rsrs.
    Ouvi dizer que ele preferiu o final dos filmes ao livros - vai saber, né?! -, mas acredito que deve ser muito mais emocionante ler, por conta dos detalhes!!

    ReplyDelete
  2. Oi, Malu, desculpa pela demora. Não assusta não kkkk. Esse livro está mais para drama do que para terror.
    Sim, o livro sempre dá mais detalhes. Ah, eu prefiro o final do livro. Ele mostra o destino de todos os personagens e detalha as emoções de Carrie.

    ReplyDelete

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes