NOVIDADES

10.9.16

Resenha: O Livro do Silêncio - Deuses de Dois Mundos - P.J.Pereira



Autor: P.J.Pereira
Editora: Livros de Safra
Ano: 2013
As mitologias grega, romana, nórdica e egípcia sempre influenciaram a literatura de alguma maneira, principalmente a grega/romana, que chegaram a servir de base para movimentos literários como o arcadismo no Brasil nos setecentos. Nos dias de hoje, vemos muitas delas sendo trabalhadas e adaptadas para um público jovem, como podemos conferir nas obras de Rick Riordan e Kate O'Hearn. 
Não foi difícil fazer uma pesquisa e descobrir um autor brasileiro que tenha investido numa mitologia mais próxima de nós, P.J. Pereira é criador de uma trilogia de livros baseados na mitologia africana dos orixás, é um publicitário carioca que começou a escrever sobre o assunto após conhecer Zeno Millet, filho de Mãe Cleusa e neto da famosa Mãe Menininha do Gantois, que foi o responsável por introduzi-lo no mundo dos orixás.
O Livro do Silêncio é o primeiro de sua trilogia, tem uma pegada bem mais adulta, com narração dividida que se entrelaçam quase no fim da história, isso acaba por justificar o subtítulo do livro: Deuses de Dois Mundos. No primeiro arco, temos Newton, mas conhecido simplesmente como New, um jornalista que está em busca de uma grande matéria para marcar sua carreira. É um típico anti-herói, egoísta, arrogante e observador que vive no plano chamado de Aiê, que é o dos humanos. Do outro lado, nós temos o babalaô Orunmilá, sua filha Oxum, e o mensageiro Exu, que vivem no plano Orum onde habitam os deuses, eles recebem uma importante missão, devem reunir sete guerreiros para salvar os 16 odus que foram raptados por um grupo de feiticeiras chamadas de Iá Mi Oxorongá, que tinham como objetivo fazer com que o passado e o presente fossem agora contados por elas.
Por conta de sua narrativa dividida, o livro tem um andar bem fluído, com personagens bem demarcados por suas características. Devo admitir que o protagonista humano New em muitos aspectos pareceu ser bem desprezível, mas creio que isso tenha alguma justificativa para a história. No começo a leitura para quem não está habituado com a mitologia dos orixás, pode parecer um tanto confusa, mas nada que atrapalhe por muito tempo.
É uma obra que vale a pena ser conferida. O Livro da Traição e O Livro da Morte são as continuações já lançadas pela editora Livros de Safra.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes