NOVIDADES

24.9.16

Resenha - A arte da guerra, Sun Tzu




Saudações queridos leitores, escritores e simpatizantes, eu sou Igor Lima e hoje vos trago uma resenha sobre a Bíblia, mas não a bíblia comum que conhecemos, e sim a famigerada "bíblia da estratégia" então sem mais delongas, vamos para a coluna desta semana.


Queridos leitores, estou muito feliz por ter a oportunidade de falar desta obra que me fascina e me acompanha todos os dias, porém, não há muito oque falar sobre ela.
A arte da guerra, escrito pelo general militar e filósofo chinês, Sun Tzu. Que de acordo com o site suntzulives.com, obtemos a seguinte biografia:

"De acordo com relatos de antigos historiadores chineses, Sun Tzu teria sido um general, estrategista e filósofo chinês a que é tradicionalmente atribuída a obra A Arte da Guerra.

Da mesma maneira que muitos outros assuntos históricos, especialmente os mais antigos, diversos aspectos da vida e da obra de Sun Tzu ainda geram polêmica entre historiadores e estudiosos. E, muito provavelmente, boa parte deles permanecerá na penumbra.

Algo que parece ser consenso, é o período em que o general chinês teria vivido, uma parte da história chinesa conhecido como Primavera e Outono (722 a 481 AEC).
Também parece estar bem resolvido que ele teria servido ao Wang (Rei) Hu Lu, da província de Wu, no período em questão. É possível, inclusive, que as vitórias de Sun Tzu à frente do exército o tenham inspirado a escrever A Arte da Guerra.

No entanto, ainda há muita polêmica quanto à real autoria da obra. Alguns estudiosos sustentam que o texto contém passagens não somente do autor original, mas também comentários e esclarecimentos de pensadores que vieram depois.

Descobertas arqueológicas sustentam que a obra dificilmente teria chegado à forma como hoje a conhecemos antes do advento da dinastia Han, em 206 AEC."

De fato que grande homem foi Sun Tzu, e que senhora obra nos deixo!  A arte da guerra nos trás um guia detalhado de aprendizados a se seguir para se vencer uma guerra.
É fato de que o livro foi feito para a época em que Tzu viveu, e as guerras da qual ele fala se tratam de guerras físicas, todavia, tal obra pode facilmente ser utilizada para se vencer as "guerras" que enfrentamos em nosso dia a dia.

Esta obra é indicada para jovens a partir dos seus 16 anos, e sem dúvida um ótimo presente para aquele seu colega de trabalho ou para ganhar aquela média com o patrão. A arte da guerra pode ser adquira a partir do valor de 15 reais, variando de loja para loja.





Meus queridos leitores, escritores e simpatizantes, essa foi minha coluna semanal, nos encontramos aqui todos os sábados, volta em meia durante a semana também. Te vejo semana que vem!


Se gosta do meu trabalho e quer me acompanhar nas redes sociais:

Twiter:                @IgorNLima
Facebook:            Igor Natan de Lima

Acompanhe também nossa página no facebook:


ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

1 comment :

  1. Caro sr. Igor,

    Apesar de eu nunca ter lido a obra em questão, me incomoda como a sua resenha foi feita. Para começar, dizer que "não tem muito o que falar sobre ela" meio que me invocou, uma vez que ela é citada até hoje nas produções acadêmicas, seja na filosofia ou na política. Claro que não vou cobrar uma fina compreensão de tudo que está ali escrito, mas recomendá-la para jovens de 16 anos ou para causar boa impressão é bastante ofensivo. Poderia servir-lhe de humildade em dizer que não tinha culhão para fazer uma resenha de um livro tão complexo, em vez gastar o tempo procurando o resumo da obra ou a biografia do autor.

    Espero que, apesar de ter sido áspero, leia meu comentário como uma crítica construtiva. Eu gostaria que, para seus próximos trabalhos, entendesse a diferença entre uma resenha crítica e uma sinopse ou um resumo.

    ReplyDelete

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes