NOVIDADES

4.7.16

Como Escrever um romance histórico

  Muitas pessoas têm o costume de ler romances históricos, mas e escrever? São poucos os autores que se focam na escrita desse gênero. E a maior parte desses poucos, não são reconhecidos. E foi pensando nisso que decidi escrever sobre o tema acima citado, para que ajude algum(ns) leitor(es) a criar seus próprios romances históricos e a crescer o número de histórias relacionadas ao gênero.
  Primeiro passo, qual o local onde se passa os acontecimentos? O local é essencial, e quando citado o espaço seguido de seu período pode-se imaginar com mais clareza a realidade sugerida pelo autor.
Ex: "Brasil, 1868 - Naquele tempo, éramos escravos de um dono de terras onde fomos obrigados desde cedo a cultivar. Conheci Pedro ainda muito jovem e nos apaixonamos, mas antes que nossa relação pudesse finalmente dar certo, tivemos que passar por muitas situações"
  No exemplo citado, mostro que se não fosse pela data e pelo local, o leitor poderiaa imaginar inumeras épocas e locais, pois, no mundo houve escravidão em muitos períodos. Não digo que precisa ser tão evidente a data e o local como eu fiz no início da narrativa, mas o essencial é deixar claro onde e quando os acontecimentos se desenrolam.
  Segundo passo, ressaltar aspectos da época e da cultura que você irá descrever, mesmo sendo uma ficção, precisamos manter uma certa clareza e identidade com o período. Ex: "Viviamos em um vilarejo no meio de uma floresta no interior de Minas Gerais, naquela época sempre íamos para a igreja aos domingos, mamãe e eu não gostávamos, mas papai nos obrigava, pois, meu futuro noivo estava sempre lá para me ver. Eu não o amava no início, nunca ao menos o conheci."
  Não citei a data especifica, mas pelos fatos apresentados nota-se o período em que a história se passa. Período que a igreja era o centro da vida dos cidadãos e os casamentos eram arranjados, período em que as mulheres não questionavam as ações de seus maridos, logo conclui-se que se passou entre os anos de 1900 e 1950 no Brasil.
  Terceiro passo, conflitos criados por você para dificultar a vida de seus personagens na busca pela felicidade. Muitas vezes nos romaces históricos os conflitos são os pais, outras o noivo não amado, às vezes, os dois. Ex: "Finalmente chegou quinta-feira, era o único dia em que podiamos nos ver, ele subia por minha janela e ficavamos juntos até a meia-noite. Mas  naquela noite nos atrasamos e meu pai chegou em casa, não sei qual era a razão de ele estar acompanhado de meu noivo. Fomos pegos. Meu amado foi morto na manhã seguinte por cortejar a mulher prometida a outro, e eu fui obrigada a me preparar para casar na semana seguinte".
  O desenrolar da história é você quem faz, os conflitos também, o final também, mas lembre-se que quando se trata de algo que envolva o passado, a história já está feita e não podemos alterar esse fato.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

Post a Comment

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes