NOVIDADES

23.6.16

Quando a inspiração não cai do céu: vencendo o bloqueio criativo.


Não são poucas vezes que um escritor encontra o terrível "bicho de sete cabeças" chamado bloqueio criativo, e quando isso acontece, é algo que pode tirar horas e horas de sossego e produtividade, coisas que são preciosas para quem tem uma história em mente e deseja passá-la para o papel ou computador.

As vezes, o bloqueio criativo pode durar por um curto prazo, um dia ou dois. Mas quando se extende por uma semana ou mais, o escritor acaba encontrando-se em uma situação crítica, onde nada do que ele produz é de seu agrado, onde ele se irrita e acaba ficando frustrado, pensando que talvez escrever não seja sua "vocação".

Nessas situações extremas, muitos escritores recorrem a várias táticas e técnicas encontradas na internet que dizem ser "milagrosas", mas por vezes, tiram o foco do que realmente é o objetivo principal: escrever seu livro, e a pior delas com certeza é esperar a inspiração voltar. 

Mas nesse texto que elaborei especialmente para ajudar a vencer este "tormento", vou mostrar como a rotina pode colaborar e muito para que as coisas fluam de um modo positivo na sua vida como escritor.

A vida do escritor moderno: Os obstáculos do cotidiano e as soluções para eles.

No ritmo corrido da vida, muitas vezes deixamos de lado aquilo que nos dá felicidade em prol do trabalho, estudos, família, e outras coisas. Não é diferente na vida de um escritor. Frente a tantas tarefas, surge a famosa falta de tempo e motivação, principais fatores do bloqueio criativo. 

Mas para esses problemas, felizmente há uma solução: Programar uma rotina em sua vida como escritor. E como fazer isso? Simplesmente com esses passos, será fácil vencer o bloqueio criativo.

Pense em suas perspectivas como escritor: Muitas vezes, com os obstáculos que citei, um escritor pode acabar se afastando de seu hábito de escrever, o que não é o certo a se fazer. Antes de iniciar qualquer trabalho literário, pense: Publicar um livro é realmente o que quer fazer em sua vida? Quando paramos para refetir sobre esse ponto de vista, passamos a encarar o fato de ser escritor não apenas como um hobby, mas sim uma profissão.

Estipule metas: Após pensar em sua vida como escritor, estipule metas para serem cumpridas, tomando como principal medida a publicação de seu livro. Depois de feita a meta principal, marque em seu calendário, ou faça uma tabela no exel, para formar suas metas diárias. Existem aplicativos no android, como o Write o meter que podem ajudar na hora de cumprir suas metas do dia.

Programe seus horários: Quando se é escritor, acabamos descobrindo que tempo é algo que realmente precioso, ainda mais quando se trabalha e tem família. Mas isso não é motivo para que pare de escrever. Dentro das metas que citei, estipule horários, programando seu descanso, suas atividades do dia e quantas horas por dia quer escrever. Mesmo que sobre apenas alguns mintos para seu livro, pouco é melhor que nada.

Nunca pare de escrever: Como dizia Stephen King: "Eu escrevo quando vem a inspiração, mas como vivo disso, é bom que eu fique inspirado todos os dias as dez da manhã.". Como o título  já mencionou, inspiração não é algo que cai do céu, por mais que pareça. Quando os dias em que ela faltar baterem em sua porta, não é motivo para que pare de escrever. Faça pelo menos um parágrafo, e tire um tempo para revisar seu livro. Se aquele parágrafo que você fez ficou ruim, ainda terá todo o tempo do mundo para concertá-lo mais tarde.

Crie uma rotina de leitura: Por mais que seja original em seus trabalhos, há sempre aquele livro especial que traz luz a uma nova ideia. Por isso a rotina de leitura na vida do escritor é importante, pois ideias velhas podem gerar novas, mesmo no caso daquele livro que você leu e achou péssimo; pois isso te incentiva a não cometer os erros daquele autor e incentive a escrever melhor.

E o mais importante, NUNCA abandone seu projeto: Existem muitas pessoas que são apaixonadas por escrever, mas abandonam seus livros por acharem que não tem talento para isso. Pensar assim é realmente uma perda de tempo, pois encarar os fatos de maneira pessimista não irá tirar seu livro da gaveta e nem te ajudar a vencer o bloqueio criativo. Existem vários cursos e livros na internet que podem ajudar na hora do processo de criação de escrita, basta ter determinação par encarar os obstáculos. 

Concluindo: 

Cada escritor pode ter seu próprio jeito de vencer o bloqueio criativo e a insegurança na hora de escrever, mas com estas dicas, já será um grande passo para ajudar tanto na hora de se inspirar quanto em sua vida como autor.

O que irá te tornar diferente dos escritores que deixam seus originais estragando na gaveta é como você se vê como tal e como se posiciona em situações de dificuldade como o bloqueio criativo, pois nem inspiração e nem nada na vida vem até nós de mãos beijadas. 

Escrever um livro e tornar-se um autor profissional é algo que requer tempo, dedicação e maturidade. Tendo foco, paciência para aprimorar-se cada vez mais e não perder a esperança nas dificuldades que virão é o que vai colocar seu livro nas mãos dos leitores, por isso se esta é realmente sua vontade, se esforce e não desista, e verá os resultados acontecerem.

Isabela Mião.

ESPALHA PROZAMIGO:

QUEM ESCREVEU:
\

1 comment :

 
Back To Top
Copyright © 2014 Armada de Escritores. Designed by OddThemes